segunda-feira, 20 de abril de 2009

Ofídios

Se há coisa de que tenho medo, medo não, pavor mesmo, é de ofídios. Para quem não sabe esta é a ordem a que pertencem os animais terríveis a que chamamos cobras, serpentes, víboras, etc. Donde vem esta repulsa? Para ser franco não faço ideia. São bichos que, onde quer que surjam, eu desapareço. Aqui há uns anos estava mais uns amigos numa piscina pública e começou tudo a dizer – “Olha uma cobra no relvado!” Eu pensei “devem estar a gozar” e quando me voltei lembrou-me efectivamente de ver qualquer coisa filiforme a rabear no meio da relva na minha direcção. Passados uns 10 minutos deram pela minha falta. Passados uns 15 minutos andava tudo à minha procura. Eu estava do outro lado da piscina, longe, e não me perguntem como lá fui parar, que não me lembro, se acreditasse em teleporte, diria que tinha sido isso mesmo que aconteceu. A simples menção às ditas criaturas coloca as minhas glândulas supra-renais em aquecimento. Gosto muito de animais, mas de ofídios, por favor tenham dó! Isto porque: Recebi um mail com os ditos ofídios...ainda tremo! Mas quem o enviou vai ter resposta...ah se vai!

Sem comentários: