quinta-feira, 28 de maio de 2009

Ai este vento e tal...


Num destes dias, indo eu a descer as escadas da faculdade à frente de uma colega minha, que tem idade para ser minha mãe e com a qual me dou bastante bem, oiço de repente um “ai” de aflição. Volto-me e vejo a minha colega toda atrapalhada a tentar baixar a saia que se esforçava por esvoaçar com a acção do vento. Digo-lhe – então? Ao que ela me responde aflita e com a saia metida no meio das pernas para a segurar – este vento levantou-me a saia, agora não posso andar!

Resposta mete nojo do jê – E EU NÃO VI!!!
Pronto lá levei um "calduço" bem merecido, para não ser impertinente!!!

3 comentários:

Praga disse...

Perdeste uma boa oportunidade para estares calado lol.

O pensamento chegou-te demasiado cedo às cordas vocais. Ahahahah :P

Le Enfant Terrible disse...

Pois é verdade! Mas que fazer, só não dizia nada se estivesse doente ou coisa do tipo!:)

Balada da minha Alma disse...

Afinal és homem...lolol Não se te pode levar a mal uma saída destas. O estranho seria se não comentasses nada ;)