sexta-feira, 29 de maio de 2009

Vincos


Acordar e ir tratar da nossa vida normalmente faz parte do quotidiano de todos. O problema é quando se acorda com a cara vincada pelo sono. Hoje por onde quer que passasse toda a gente ou via e ficava a olhar, ou então, como os meus belos colegas e conhecidos diziam a rir - Então o que aconteceu, bateram-te durante a noite foi?

Pois bater ninguém me bateu, talvez eu tenho um sono assim para o masoquista e depois dá isto.
Por essa altura lá me vou ver melhor ao espelho [sim que eu quando acordo, mesmo com a cara e olhos bem lavadinhos e sem remelas não vejo nada, tal é sono!] e realmente os dois traços lá estavam e nem vale a pena tentar tira-los porque não saem! Toca a estar o resto do dia com uma certa vergonha de ter o rosto naquele estado.


Agora até o facto de dormir consegue envergonhar-me!!!

Sem comentários: