sábado, 27 de junho de 2009

Bancos


Sempre me fez espécie a publicidade que vem nas cartas que recebo do Banco, ele são produtos financeiros, planos de investimento e cartão de crédito. Os cartões que tenho são os mais elementares, um cartão de débito para o dia a dia e um de crédito o qual me foi ferozmente impingido na altura da compra de casa e repousa solitariamente no fundo de uma gaveta.
Há uns tempos recebi uma cartinha do banco com um cartão daqueles todos xpto. Como de costume procedi de acordo e reciclagem com ele.
Ontem liga-me uma senhora do Banco a propósito do dito cartão, queria-me falar das vantagens do mesmo, depois de me dar aquela lenga lenga que era um cartão para clientes especiais:
B. Já activou o seu novo cartão?
LE. Não, já tenho um, não preciso de outro.
B. Mas sabe que com ele tem muitas vantagens
LE. Quais?
B. Oferecemos a primeira anuidade e tem um crédito de 1000 euros para gastar no que quiser
LE. Se activar o cartão ganho 1000 euros?
B. Sim sim pode fazer compras até 1000 euros!
LE. Mas os 1000 euros são-me dados a fundo perdido, como prémio?
B. Bem…não, é só para o caso de não ter dinheiro na conta fica sempre com uma margem de 1000 euros, que depois são pagos com juro de x…
Pronto nesse momento disse à senhora que cartão já devia andar no estômago de alguma gaivota, ao que ela ficou escandalizada do outro lado a dizer-me que não posso fazer isso porque o cartão é do Banco e deveria te-lo devolvido ou entregue numa agência (possivelmente para voltar a ouvir a mesma cantiga do bandido!).
Pois, temos pena, não mo tivessem enviado, eu não pedi nada!

2 comentários:

Bafejada pelas Musas disse...

LOL muito bom.. A minha mãe tem outra, diz que está a tomar conta do bebé que tem que desligar... Eu digo que sou a empregada e que não sei quando vêm os patrões!LOL****

'C. disse...

cartões de crédito é do pior! as pessoas endividam-se até ao pescoço... quando é para comprar casa ou coisas 'essenciais à sobrevivência', tudo bem, ainda se compreende. mas faz-me espécie como há pessoas que utilizam crédito para comprar roupa, para irem de férias... enfim! espero nunca chegar a esse ponto. não me sustento a mim própria ainda (fora aquelas peqenas coisas para as quais uso cartão de débito), mas quando o fizer, espero não chegar ao ponto de utilizar dinheiro q não é meu para comprar coisas que não posso ter e que não são essenciais!