quinta-feira, 4 de junho de 2009

Sobre a inteligência


Às vezes parece que se insinuava que o nosso pequeno país à beira mar plantado tinha pouca gente inteligente e formada. Contesto essa afirmação categoricamente. Temos pessoas muito bem formadas, não têm é emprego e das mais inteligentes do mundo.
O grande problema que tenho vindo a reparar é que boa parte dessas pessoas inteligentes tem um grave defeito a meu ver, são demasiado cientes desse facto, o que leva alguns a tornarem-se muito, mas mesmo muito pouco humildes. Depois é vê-los nos mais variados cargos, políticos, de chefia, como professores, a processarem uma arrogância tal, cortando as asas e humilharem quem por causas diversas possui um outro tipo de inteligência (sim que para mim ninguém é burro), para além de “vestirem” uma vaidade que chamam de estatuto. Acham-se estes superiores aos demais e como tal têm de os rebaixar!
Felizmente conheço pessoas muito inteligentes que são fontes de humildade e de altruísmo. O problema é que essas, devido por vezes a alguma falta de ambição, não almejam certos cargos e se assim fosse certamente estaríamos muito melhor.
Ocorram-me estas observações quando hoje almoçava na minha faculdade numa mesa próxima de uns miúdos que não deviam ter mais de 20 anos. Um dizia a plenos pulmões que ia ter uma grande vida porque só tirava 15 e 16 e como tal quando acabasse o curso não precisaria procurar trabalho, porque com um curso superior TINHA DE TER um cargo superior! Tadinho! A vida vai-lhe ser madrasta. Estando este miúdo num curso de letras como o meu, não deve saber o que é o mundo lá fora. Pronto tem umas notas boas, mostra que é inteligente, mas se pensa que isso é garantia de se safar está muito enganado. As notas que se tiram num curso servem para abrir portas, mas é preciso muito mais que isso, é preciso perceber a realidade, ser humilde.
Tive vontade de interferir, tive mesmo, mas não o fiz. Se o fizesse perguntar-lhe-ia se conhecia aquele poema de António Aleixo:
Uma mosca sem valor
Pousa com a mesma alegria
Na careca de um doutor
Como em qualquer porcaria!

Sem comentários: