quarta-feira, 15 de julho de 2009

Scaramouche


Em miúdo adorava ver filmes históricos de aventuras. Filmes de piratas, de capa e espada preenchiam a Tv aos Sábados e Domingos à tarde, mantendo-me em casa de frente ao pequeno ecrã que estava cheio de acção e romance transmitidos pelas grandes produções da era dourada de Hollywood. Filmes como “Gavião dos Mares”, “Tulipa Negra”, “ Os Três Mosqueteiros” entre outros, eram os meus favoritos. Esta nostalgia apossou-se de mim quando arranjei por acaso um desses filmes - "Scaramouche" de George Sidney, uma produção de elevado nível, com todos os ingredientes para o mesmo figurar no meu top five da minha infância.
Confesso contudo que estive algum tempo relutante para voltar a revê-lo, tive receio de que ao faze-lo pudesse destruir a ideia que tinha do mesmo. Mas a verdade é que quando o revi, ao contrário do que temia, voltei a sentir aquela emoção de menino que se deslumbra com toda uma história, que sente a emoção, o drama, que vive a aventura do filme como se fosse sua. Por momentos senti-me outra vez com os meus 8/9 anos e soube-me bem perceber que a criança que há em mim ainda existe e continua a viver.

1 comentário:

Patrícia disse...

Fizeste-me sentir nova por não fazer a minima ideia que filmes são esses de que falas ^.^
Mas também adoro rever os da minha infância! A Lagoa Azul...!