quinta-feira, 27 de agosto de 2009

No meio do caminho...

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra...
[Carlos Drummond de Andrade]
...tinha tinha e era bem grande! E eu para variar não a vi, au...
[E eis que este poema tem todo o sentido, au...óh se tem...mas pronto, não é grave, a pomadinha já está a fazer efeito!]

5 comentários:

Patrícia disse...

Mais vale uma pedra 'plo caminho que um grão de areia em cima de ti :P

Li disse...

Que todas as dores passem com uma pomadinha! :)

Le Enfant Terrible disse...

Li
Sê bem vinda!

Anira the Cat disse...

Por vezes consegues ser mais distrído que eu... eheheheh! E olha que é rara a pedra em que não acerte!!

Bjokas

GATA disse...

Oh tantas pedras no meu caminho, algumas até são uns calhaus... mas "adelante que detrás hay gente"! :-)