segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Partilhar


Há coisas que sabem bem, mas sabem melhor partilhadas. Tudo pode ser partilhado desde que haja vontade de ambas as partes, mesmo quando não se compreende o gosto do outro é bom sentir alguém ali, ao nosso lado a apoiar-nos, a tentar perceber o que nos faz vibrar, o nosso gosto, o nosso sorriso, a nossa alegria. Partilhar não significa que ambos tenham de ter o mesmo gosto, podem ter gostos diferentes. Partilhar significa dividir, escutar, compreender o outro. Partilhar é a base de uma relação, partilhamo-nos enquanto seres, mentalmente, emocialmente, fisicamente, culturalmente, no tempo e no espaço. Partilhar é esse jogo de equilíbrios, cuja duração depende do que estamos dispostos a dar e a receber. Partilhar é deixar acontecer, é levar e deixar levar, porque há coisas que só têm sentido a dois…

10 comentários:

Maria disse...

Digamos que quando se é esquisitinho a diferença entre poder escolher (ir buscar) e aceitar (o que é oferecido) é pouca.

Pena é que haja tão pouco que se aproveite.

Patrícia disse...

Tu ainda me deixas mais triste, leio-te e revêjo-me.
É tão triste quando olhamos para trás e vemos que partilhamos tanto com uma pessoa com a qual mantinhamos poucos gostos em comum, e que de repente se foi essa diferença. Ficou só a indiferença por tudo o que fui, o que fiz e o que amei.

Patrícia disse...

Tu ainda me deixas mais triste, leio-te e revêjo-me.
É tão triste quando olhamos para trás e vemos que partilhamos tanto com uma pessoa com a qual mantinhamos poucos gostos em comum, e que de repente se foi essa diferença. Ficou só a indiferença por tudo o que fui, o que fiz e o que amei.

Le Enfant Terrible disse...

Patrícia
Desculpa, não foi minha intenção deixar-te triste...

S* disse...

Nada é suficientemente bom até ser partilhado... A dois tudo é bem melhor.

Maria disse...

Hum, depende! Qual é a parte que não preenches? Ves!! Até parece que tou a pedir muito!

Pipinha disse...

Olá,
Partilhar é um dos verbos que adoro conjugar na minha vida. Adoro principalmente "Partilhar emoções" com as pessoas que gosto :)
Sim, tens razão, há coisas que só fazem sentido quando partilhadas a dois, com a pessoa que se ama.
Gostei de estar aqui a ler o que escreves. Voltarei, sim.
Beijinhos e boa semana.

Le Enfant Terrible disse...

Pipinha
Sê bem vinda!

Maria disse...

A licenciatura ainda passava, agora a ausencia de um porte atletico não posso perdoar. Se eu corro, abdomino (palavra nova upa upa), e me estico todos os dias preciso de alguem k faça o mesmo. E que fume, como eu. Alem disso gajo que eh gajo tem que tar bem musculadinho que é para andar comigo ao colo. Mas podemos ser amigos.

Pipoca disse...

:)

Partilha devia ser inato, primário. Mas acima de tudo, devia durar, devia ser para sempre. Infezilmente há sempre alguém de desvia o olhar, ou larga a mão...
Beijo