terça-feira, 1 de setembro de 2009

Just a dream...


Olho para ti e tu retribuis com o teu olhar. Não o esperava e por isso baixo os olhos timidamente. Minto. Na verdade esperava, mas não nesta realidade, apenas no mundo dos meus mais doces sonhos e agora que acordo não sei o que fazer. Encolho-me. Lentamente volto a erguer os olhos, tento olhar-te sem te olhar. Estás perdida noutro lugar, mas ao perceberes-me dos meus olhos voltas a fulminar-me com o brilho dos teus. Devo estar louco, mas não consigo parar de piscar as pálpebras. Não o sei o que faça mesmo, não sei que pensar. Apenas e só quero olhar-te nos olhos, profundamente, perceber o que és, quem és, o que pensas. Mas sou fraco. Desvio o olhar novamente e sinto que fazes o mesmo. Uma explosão nasce dentro de mim, o coração bate fortemente, sinto o sangue a pulsar-me nas veias, a adrenalina a tomar conta do meu corpo e os meus neurónios a diluírem-se em loucura. A coragem rebenta dentro de mim e decido, decido levantar-me, decido ir até ti com os meus de olhos postos no teu rosto, sem receios, como se tudo o que fosse razão tivesse voado para fora de mim, como se tudo à volta não desaparecesse, só existo eu, o caminho até ti e tu no final, qual troféu, qual anjo. Num impulso levanto-me, ergo o rosto, mas, como um balde água fria, já não estás lá, sinto o corpo a acordar de uma letargia, procuro-te mas já é tarde, saíste e não vi, não aproveitei, poder-se-ia tudo ter decidido num único momento, num único segundo, mas não aconteceu. Para variar cheguei tarde e perdi algo que não tive ou saberei se alguma vez ia ter. Perdi os teus olhos e senti-me perdido. Mas a esperança não morre. Quem sabe amanhã…

6 comentários:

S* disse...

À procura de uns olhos que insistem em desviar-se do teu campo de vista.

Talvez amanhã... talvez um dia.

Nuance disse...

texto FANTÁSTICO!!!

sakura disse...

Lindo texto :)
Gostei imenso.
Traduz momentos que já vivi no passado...que me fazem recordar.
Bjinhos***

Silvy disse...

"Talvez amanhã..." frase usada para findarmos os nossos fracassos,a nossa falta de coragem. Está sempre a acontecer-me também...

mudasti disse...

texto espectacular!!

*B* disse...

Que texto fabuloso!

Só por isso, miminho no meu blog!

;)