sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Lemas de vida


Um dos meus lemas de vida sempre foi:
Quando se quer muito uma coisa luta-se por ela!


Hoje mantenho-o, mas reformulado:
Quando se quer muito uma coisa luta-se por ela, desde que esteja nos limites do alcançável!


[Quer-me parecer que estou a perder qualidades!]

11 comentários:

100 remos disse...

Não. Estás a crescer.

Patrícia disse...

Não perdes qualidade.
Quer me parecer é que estás a cortar as asas a ti mesmo.
Há que lutar sempre. O inalcançável depressa se transforma em algo aonde conseguimos chegar. Tal como um sol inesperado no fim da tarde, depois de um dia de trovoada. =)

*B* disse...

Quer-me parecer que estás a ficar maduro. A crescer como diz a 100 remos!

GATA disse...

Também já tive esse lema de vida, mas levei muita 'pancada' nas minhas 'lutas'...

Hoje sou mais adepta de "o que tiver que ser meu às mãos me virá parar!"

Atenção: não significa que não luto, continuo a lutar... mas luto com mais calma... é da idade! :-)

' Claudjinha disse...

esse lema adaptado a mim é: queres muito uma coisa, acabas por atraí-la! tanto para o bom como para o mau! por isso eq o positivismo é extremamente importante :P

Bafejada pelas Musas disse...

Tas é a perder a força. Cheira-me que a remodelação se deve a algo. É se capaz de tudo. É preciso é forcinha de vontadee;)****

sakura disse...

Não és só tu. Quanto mais alto sonhamos...maior pode ser a queda.
A isso chama-se cair na realidade.
Bjinhos***

Nuance disse...

Só daremos valor, se aquilo pelo qual lutámos, pelo menos, durante breves instantes, tenha parecido inalcançável... Só assim merece o esforço!

S* disse...

Estás é mais esperto.
Ha que saber desistir.

Kikas disse...

não estás a perder qualidades, estás mais realista. por muito que se sonhe, é que saber distinguir o que é possível e o que nos transcede completamente.
sinceramente, duvido que o saibas distinguir :p ahahahahah

Miss Yellow disse...

Exacto, concordo contigo, antes de mais temos de ter consciência se aquilo por que lutamos poderemos ou não alcançar, é importante.

Beijinho