sexta-feira, 23 de outubro de 2009

...

Não procuro o amor, ele é que me encontra e de cada vez que isso acontece deixa-me sempre desarmado e com um nó na garganta…

12 comentários:

" A Invisível" disse...

O amor por vezes é mesmo assim.. Deixa-nos desarmados e meio inquietos..
Mas quando cultivado e correspondido, dá os mais maravilhosos "frutos"..

maria teresa disse...

Tem o dom de me confundir, se o amor o encontra e fica tão negativamente perturbado, é porque não consegue amar?:):):)

L'Enfant Terrible disse...

maria teresa
Confundir é comigo mesmo! Mas acho que por mais confuso que consiga ser ainda consigo amar e tirar algo positivo de tudo, embora não pareça!

Kikas disse...

filosófico. mas gosto. e adequa-se aqui à kikas :p

made in ♥ love disse...

Ja leste "alta fidelidade" do Nick Hornby??? Lê que tenho a sensação que vais gostar muito, se ja leste confirma ou desmente :)

Um beijinho
Eduarda
Be in ♥ love

L'Enfant Terrible disse...

made in love
Por acaso não, mas vou apontar a sugestão! Obrigado!

made in ♥ love disse...

vais gostar (digo eu)


Um beijinho
Eduarda
Be in ♥ love

Girl in the Clouds disse...

Eu geralmente também prefiro ser encontrada!! Mas, acho que se fizesse o contrário me dava melhor!! Kiss

Mona Lisa disse...

E como é que sabes que de todas as vezes que te encontrou foi sempre...amor? Será que não chamamos amor a outras coisas, que na realidade não são amor?

Não estou a contrariar-te...é apenas uma divagação.

Anónimo disse...

Há uma frase do Elton John (embora seja um pouco cliqué)em que ele diz que o que retira de toda a sua vida é que nunca se deve procurar o amor. ele acaba nos encontrar.

mafalda.

Anna disse...

É suposto ficarmos desarmados... o amor não poderia ser de outra forma... *

Blossom On A Tree disse...

Então acho que andamos em rotas opostas. ;)