segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Dois extremos


A razão é crua, uma linha recta com um princípio e um fim bem determinados, fria, estática, que persegue objectivos bem definidos e talvez por isso possíveis de alcançar. Por isso a razão por vezes salva-me.
O sentimento é quente, circular, disforme, sem princípio nem fim definidos, sem definição possível, surge e desaparece, move-se de forma incontrolável num movimento inconstante, persegue o impronunciável, o irracional, aquilo que nos baralha, jogando ao jogo dos impossíveis com a razão procurando destrui-la, pô-la em causa. Por isso o sentimento por vezes oprime-me.

11 comentários:

Gaja com G maiúsculo disse...

É caso para dizer ''SOLTA-TE'' :)
Todos nós somos ou mais racionais ou emotivos, no meu caso sou emotiva definitivamente, mas sabes, admiro quem consiga apelar mas vezes à razão como tu ;)

Beijinhos

izzie disse...

:)

Ambos fazem o seu trabalho.
Eu reconheço em mim um lado muito mais racional... penso muito, analiso... e isso salva-me... muitas vezes de mim própria... que estranhamente controlo tão pouco os meus sentimentos e emoções (paradoxo, eu sei).
Assim, muitas vezes salva-me pelo menos até me dar tempo para respirar... para preparar o "caminho".

Mas não se pode viver sem a dualidade... e olha... este ano foi sobre isso... sobre.... mesmo que custe e doa... deixar que o sentimento tambem tenha o seu espaço e dê as suas voltas.

Beijinho,

Mona Lisa disse...

Percebo tão, mas tão bem o que queres dizer com isso...

Atelier de trapilho disse...

E a racionalidade não te oprime?

L'Enfant Terrible disse...

Atelier
A racionalidade pode ser controlada, por isso...

Girl in the Clouds disse...

Não podemos ser só ser racionais, às vezes temos que ser um bocadinho irracionais, claro só em determinadas ocasiões!!

Anira the Cat disse...

somos animais racionais, mas profundamente emotivos... é sempre um dilema.

continuando assim... disse...

se assim não fosse ---- nem sentias :)

bj
teresa

Atelier de trapilho disse...

Mas sabes que temos tendência a nos afastarmos das pessoas excessivamente frias e racionais? Complicado este tema, lá vem a velha sabedoria que diz que no meio é que está a virtude!! Pois intelectualizar os sentimentos é que não dá mesmo...bjs

Rapunzel disse...

Acho que és eu versão masculina!
:D

Balada da minha Alma disse...

Alguém disse: o coração tem razões que a própria razão desconhece.

Deixa-te ir... :)