segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Envolvimento


E era nestas noites frias que esperava dar-te o meu abraço quente, salvaguardar-te, ser o fogo que te aquece, a chama que te invade, o corpo que, incandescente, te faz crepitar. Era nestes momentos que te queria envolver, tornar-me o teu cobertor, ser a lã grossa que te resguarda. Sentir-te-ia mais perto, seria o motor que faria o teu sangue circular ao som de um coração forte que ressoaria nas tuas costas com todo o vigor. Serias um pouco minha, eu seria um pouco teu, mas o calor esse seria nosso, de ambos, numa transacção constante que aos dois tranquilizaria…

6 comentários:

Girl in the Clouds disse...

Que lindo texto!!

Mona Lisa disse...

Ohh...tu és mesmo romântico, não restam dúvidas nenhumas:)

Nuance disse...

Sem palavras! LINDO!

' Claudjinha disse...

adoro as coisas que escreves.

se alguem me escrevesse isso, casava-me já ;)

Gaja com G maiúsculo disse...

És uma pessoa LINDA! É a única coisa que posso comentar após ler um texto sensível, repleto de emoção e paixão como este.
Parabéns :)

Beijinhos

Atelier de trapilho disse...

O texto é lindo e quente!!!!