sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Sentir


Por vezes quase me pergunto o que é sentir. Qual o porquê daqueles momentos curtos, longos, irracionais que surgem sem um quê aparente, como uma tempestade que explode no mais profundo do nosso ser e ficamos concentrados emocionalmente, desconcentrados racionalmente. Sentir será aquilo que não se sabe, aquilo que foi e que pode vir a ser, um despertar do que não temos, o limite do que podemos atingir ou a contradição que nos mistura e dissolve. Sentir pode ser tantas coisas e nada de concreto. Sente-se sem explicação, o bom, o mau, mas o porquê é tão misterioso e escorregadio no seu entender que nos ultrapassa em todos os aspectos. Decerto sentir carrega em si o maravilhoso de existir, mesmo sem substância, para nos dar pinceladas de tinta à vida, sejam elas coloridas ou simplesmente cinzentas.

9 comentários:

Walker Woman ツ disse...

Pincelada a pincelada, umas vezes colorida outras mais neutra, lá nos pintamos no quadro que é a vida ;)

Boa sexta ;)

Beijito*

Walker Woman ツ disse...

;)

Girl in the Clouds disse...

Não entedermos os sentimentos`, o seu mistério, é que dá cor à vida!!

S* disse...

Sinto demasiado...

Atelier de trapilho disse...

Acredito que nessa área somos todos diferentes...

the bloom girl disse...

Há coisas que não tem explicação e só isso, se tudo tivesse uma explicação lógica a vida não teria graça.

sakura disse...

Sentir é próprio de cada um...
Cada pessoa sente à sua maneira...
Mais ou menos intensamente...
Mas todos sentimos...

Bjinhos***

izzie disse...

Assim... fico repetitiva.
Adorei... até porque não há muito quem para para pensar... assim.

Beijinho,

Rapunzel disse...

E eu por vezes pergunto-me o que nos faz sentir algo por A e não por B, quando é o B que tem tudo a favor...