quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Beleza


A beleza ilude-me de todas as vezes que dou de caras com ela. Ainda assim persigo-a, procura-a e sempre que a encontro acabo por sofrer porque sei que não a posso ter, não a posso alcançar. Ela envolve-me mas eu não a envolvo, é apenas um sonho mas ainda assim é por ela que me movo, que sou capaz de fazer tudo mesmo que nada obtenha, mantendo-me a circular num percurso que não sei se um dia terá fim. A sabedoria diz-me para desistir, o coração para que manter expectante, a loucura para fazer acontecer e pelo meio surge a revolta que nasce devido à contradição interna e à luta incessante, porque aquilo que se procura não existe no real, mas sim no irreal gerado por nós.

6 comentários:

S* disse...

Os sonhos servem para isso... para nos dar o que o real não nos concede.

Girl in the Clouds disse...

A beleza ainda que efémera é um bom trigger!!

Anira the Cat disse...

Já Dostoievsky dizia: "A Beleza salvará o mundo..." Tem Fé...

Bjokas

Gaja com G maiúsculo disse...

Até podes decepcionar-te, até podes cair, até pode correr mal... mas a beleza da vida está em tentar, para mais tarde evitarmos os ''e se?''.
Quem sabe se a vida não te surpreende pela positiva?

Fico a torcer por ti!
Beijinhos e Obrigada

izzie disse...

Tal e qual...
Por toda esta "dança do real" me encontro tão torn...

Gostei!

Beijinho,

by " A Invisível " disse...

Querido Terrible;
Sempre que publicas um texto como este, deixas-me a pensar...
É por isso que gosto da tua escrita. Desse teu "cunho tão pessoal"...
Beijinho e continua a escrever...