quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

E porque não podemos viver sem elas...


Todos temos dúvidas ao longo da vida mas algumas fazem parte de nós, definem-nos, caracterizam-nos, são algo que nem sempre aceitamos ou mesmo definimos e reconhecemos como nosso. Contudo essas dúvidas, intrínsecas a nós próprios, surgem pontualmente em algum momento da nossa vida despertadas por algo que não esperamos, mas nesses momentos não as podemos ignorar porque elas ardem na nossa cabeça até à exaustão, alteram o nosso comportamento ou então esforçamo-nos para simplesmente as manter dentro de nós, esconde-las no mais fundo da nossa alma, renega-las como algo que não queremos mostrar, ver, saber, até que nova etapa as voltar a por a descoberto. Algumas coisas nascem connosco outras adquirimo-las ao longo da vida, de uma forma ou de outra temos de aprender a viver com elas, mesmo que sirvam somente para demonstrar o quanto frágeis e pouco confiantes nós somos por vezes.

5 comentários:

Gaja com G maiúsculo disse...

São dúvidas que oor vezes avassalam a nossa coragem e bem-estar, fazem-nos cair e ficar ali, de mãos no chão a pensar como iremos superá-las, como conseguiremos arranjar força para dar a volta por cima e continuar!
Estou num momento assim... a solução? Ainda não a encontrei...

Bejinhos Amigo

sakura disse...

Deves ler pensamentos...
Porque coisas como o que descreveste não me saíram da cabeça no último dia...

Bjinhos***

Anira the Cat disse...

As dúvidas estão sempre lá. Fazem parte...

Girl in the Clouds disse...

As dúvidas fazem parte da vida!! Mas, podemos ser mais confiantes e menos frágeis!!

eu... disse...

Sabes que quando essas dúvidas surgem são muitas vezes a oportunidade que temos para pensar e mudar.
Quando surgem naturalmente encaramo-las melhor do que quando as temos devido a algo que nos aconteceu devido a terceiros. A quente é difícil vê-las como algo de positivo mas passado uns tempos acho que podemos e devemos aproveitá-las.