sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Sobre o amor


O amor é somatório de duas pessoas, é o dois mais dois versão humana. O amor é sempre “mais” e nunca menos, como tal é mais do que amizade, mais do que atracção. Tem muitos factores, muitas faces, muitas vertentes e muitas dinâmicas e por isso é também um somatório de muitas coisas, umas pequenas, umas grandes, algumas conscientes, outras inconscientes. O amor é tudo, é o resultado último, o final feliz que se espera que não seja o fim mas sim o início. Contudo é também uma soma indeterminada, equação cheia variáveis e invariáveis, misto do conhecido com o desconhecido, muitas vezes ilusão, tiro ao lado, solução nunca alcançada na qual quanto mais se medita menos se descobre.

16 comentários:

Atelier de trapilho disse...

Acho que é o tema mais difícil de abordar...é tão inconstante! Mas concordo com o que disseste! Bjs

Girl in the Clouds disse...

Está lindo, gostei de o amor é mais, é um início e não um final!! Quanto mais se tenta racionalizar o irracional, mais se estraga sem dúvida!!

izzie disse...

Como diz ali o "prémio" ao lado... acertas em cheio.

Sem tirar nem por.

Beijinho,

Rapunzel disse...

Pois...e onde anda ele?

L'Enfant Terrible disse...

Rapunzel
Pois, esse é o problema!

Lia disse...

o amor não é para ser pensado...é para ser vivido qd aparece!

Rapunzel disse...

Logo vi que me entendias...

Gonçalo disse...

Concordo! :)

No entanto acho que o Amor e Amizade estão em lugar de empate!
São as bases da vida. :)

Lizzy disse...

Eu acho que o amor DEVIA ser isso tudo mas às vezes...não é!!

*C*inderela disse...

Concordo em tudo. "Quanto mais se medita menos se descobre" por isso mais vale viver este sentimento :)

Bjokas*

Gaja com G maiúsculo disse...

O Amor tem tantas variantes! Mas aprendi que é o bem mais importante que temos nesta vida! A vida devia ser amar...mas nem sempre o é. Amor é algo consistente, inderrubável, que ultrapassa a paixão, a atracção, a empatia, podemos amar os amigos, um homem/mulher, a nossa família...

Vamos Amar? ;)

Beijinhos mon Terrible! :p

100 remos disse...

Quando não conseguimos explicar, é amor!

Anira the Cat disse...

O Amor é... o Amor.

Nirvana disse...

Tentar definir o amor não é tarefa fácil. Acho também que por vezes confundimos o que é o amor e por isso mesmo duvidamos tanto dele. Porque ele quando existe, existe mesmo e é bem simples.

L'Enfant Terrible disse...

*C*inderela
Sê bem vinda!

by " A Invisível " disse...

Querido Terrible;
Mas valem sempre a pena, todos os "riscos" que corremos... Eu acho.
Beijinho grande*