segunda-feira, 8 de março de 2010

...


Por vezes vemos a felicidade dos outros espelhada em nós como uma frustração daquilo que não temos, quando no final esta não é mais que uma imagem daquilo que aparenta ser, falsa, pouco precisa e distante da realidade que gostaríamos de ter e que pensamos ver.

5 comentários:

Olhos Dourados disse...

É mais fácil olhar para os outros do que para nós próprios.

Gaja com G maiúsculo disse...

Percebo o que queres dizer, perfeitamente, consigo sentir tudo intensamente com os outros, os seus momentos de felicidade, tristeza... e isso é bom, assim como mau.
Não invejo os outros, pelo menos naquele sentido de inveja má, fruto de frustração e não-realização, na maioria das veze sinto-me feliz por eles, pelas suas conquistas, e frequentemente triste e decepcionada comigo mesma.

Mas o nosso dia chegará Terrible! :)

Beijinhos

Nirvana disse...

Dá-se demasiada importância ao que não se tem do que ao que se tem. A comparação nunca foi uma boa medida para nada, muito menos para a felicidade.
Bjnhs

Miss Kin disse...

É muito isso. E por vezes aquela felicidade que pensamos ver, e que até queríamos uma assim para nós, não passa de uma bem mais pequenina que a nossa!

Girl in the Clouds disse...

Temos que ir à procura da nossa felicidade!!