terça-feira, 16 de março de 2010

Como congelar um homem adulto em movimento, sem recurso a azoto líquido ou um processo físico que tal!


Vou eu lançado para o autocarro e deparou-me com a bela motorista que por vezes me “conduz” ao meu destino. Visto ser a primeira paragem o autocarro parte sempre à hora certa, o que dá jeito quando se sabe a mesma. Tendo igualmente de levantar dinheiro e ficando o multibanco ali ao pé, entrei no Bus e disse: “Bom dia, a que hora sai?”
Ela olha para mim, dá-me um sorriso estranho e responde: “Quer saber a que horas eu saio?”


Congelei…


14 comentários:

Lápis disse...

ah ah ah!!!!
Já tens aí um date!!!!

Sairaf disse...

ahahah há coisas fantásticas não há!!!
Assim começas o dia bem melhor :P
abraço tudo de bom

S* disse...

Aproveitavas e dizias "Também... mas agora referia-me ao autocarro".

by " A Invisível " disse...

Realmente!... Maldita língua portuguesa - TRAIÇOEIRA!!!:) :)
(Com um bocadito de sorte, ainda te convidava para jantar!! hihihih!!)

Beijinho querido Terrible* continuação de uma óptima semana* :)

Rapunzel disse...

Não disseste "sim"??????

Girl in the Clouds disse...

E, então congelaste, nas conseguiste reagir? Marcaste jantar?

Olhos Dourados disse...

LOL, tens de ser mais específico, ou pode dar para o torto.

Gaja com G maiúsculo disse...

AHHHH Terrible andas a sair da casca! Digamos que foi um daqueles casos em que o coração estava perto da boca :)

Confessa lá à Amiguinha, querias mesmo sair a que horas ela saía efectivamente...do trabalho, certo?
;))

Beijinhos

Lia disse...

e que respondeste?

Nirvana disse...

A senhora estava inspirada!!
:))))

Anira the Cat disse...

E então, a que horas é que ela sai? vá, sê simpático e oferece pelo menos um cafézinho...

Bjokas

L'Enfant Terrible disse...

Epilogo

Pois que congelei, é que congelei mesmo, como aliás qualquer um congelaria quando não está de todo à espera de tal reacção. E disse entre dentes...o autocarro...

Mas acho que a senhora não estava lá muito bem e mesmo que eu tivesse a sagacidade de "dar a volta", como a quem sai a sorte grande, creio que o enorme anel de ouro que ela tinha no dedo anelar esquerdo era mais que suficiente para eu perder toda e qualquer ideia. No fundo acho que fui "gozado" e essa era a ideia, tanto que pela minha reação atrapalhada nem recebi um sorriso ou uma gargalhada, enfim queixo-me e depois é isto ou seja, não como eu queria!

Maria disse...

LOL, ela esteve bem :D
Um homem adulto congela com tão pouco...

c. disse...

Ahahahah Espectacular!
As mulheres têm esse dom..:p