segunda-feira, 22 de março de 2010

Ruído


Por melhor dicção, colocação de voz, domínio da língua, memória, conhecimento de palavras, expressões, cultura que se possua não há garantia que se consiga verbalizar com eficiência, ou simplesmente proferir a mais simples das frases, quando todo um rol de hesitações, receios ou simplesmente um nervoso nos invade e corta o raciocínio oral e por vezes mesmo o escrito. Isso é mais comum quando se tem tanto para dizer, tanto para perguntar, sendo toda essa energia seiva que circula na nossa cabeça, dando-nos mil ideias e cenários para no fim tudo soar a nada, à mais vil e contraditória expressão, dispensada de sentido e vazia de conteúdo, pois teme-se proferir a verdade em toda a sua sinceridade e crueza, receia-se a tirada impensada, a oração emitida de um só fôlego, cortante, que abalroa quem a escuta, quem a lê, que leve a uma reacção de afastamento, de renuncia, de incompreensão e desconfiança. Contudo, outra fórmula, racional, ponderada é falsa, é ilusória da qual rapidamente se perde o fio, mostra uma confiança incerta, exalta um gigante com pés de barro que se agarra a um método que somente serve para algo constante, estático, bem definido e não para esse ser subjectivo que é o ser humano.

4 comentários:

Girl in the Clouds disse...

Depende da situação na vida pessoal, sim serve de pouco!! Mas, na vida profissional um treino ajuda muito, pois cada um é um actor em representação.

Mariana marciana disse...

Concordo plenamente, o meu grande problema é sempre pegar na torrente de ideias que me passa pela cabeça e organiza-las, infelizmente, se não o fizer, não consigo transmitir uma mensagem compreensivel (o que acaba por acontecer na mesma ;))
mas tu... texto autentico :D

Nirvana disse...

Não é fácil muitas vezes encadear em palavras os pensamentos, principalmente quando estes se atropelam a eles próprios. Filtrar os ruídos superficiais e dispensáveis e concentrarmo-nos nos essenciais. O pior é distingui-los por vezes.
Eu costumo dizer que me "pára a cassete". Depois vejo se carrego no play, se necessito rebobinar, ou simplesmente ficar no pause algum tempo.
Beijinhos; Boa semana

by " A Invisível " disse...

Querido Terrible;

Este é mais um "daqueles" assuntos, que teria um grande desenvolvimento se fosse "face to face". Mas penso que passa por uma filtragem mental da nossa parte, abstrairmos-nos ou não dos "ruídos" e de tudo o resto... :)

Desejo-te uma excelente semana. Sim?... :)
Beijinho*

Beijinhos