sexta-feira, 23 de abril de 2010

Confidências


Quando teclo não preciso de olhar para teclado, basta-me olhar ecrã, sendo que os dedos, quais animais amestrados, conhecem o lugar de cada tecla com precisão, até mesmo melhor que eu próprio! Sei dactilografar. Faço-o desde os 17 anos, aprendi de forma autodidacta porque sempre achei piada ao exercício, primeiro numa máquina de escrever vulgar e depois adaptei-me aos computadores.

Dá-me gozo? Não, mas dá-me muito jeito! Gozo só quando me dizem com ar espantado - "Mas tu não olhas para as teclas?! Como consegues?!" E fica o sorriso na minha face mesmo sabendo que aquilo que faço é algo trivial e comum. Isso não faz de mim uma pessoa especial, mas já faz parte da minha pessoa.



[Isto é o que acontece quando me falta a inspiração para escrever aqui!]

9 comentários:

Rapunzel disse...

Eu tb não!
(é do signo ;))

*B* disse...

Falta de inspiração não, muito curioso!

Sou quase assim... Mais uns tempos e fico como tu, Enfant!

:)

Carolina Tavares disse...

Destreza e maestria. Parabéns! Pelo gozo também. É sensual o uso dessa palavra em outros contextos. Bjus

100 remos disse...

Falta de inspiração é coisa rara por aqui. É um dos blogs que mais gosto de ler, embora raramente comente. Aqui saboreiam-se palavras, frases.

vanessa disse...

lol, é muita prática. também teclo sem olhar para as teclas, mas calmamente, não sou nenhuma aranha em cima delas =p

L'Enfant Terrible disse...

vanessa
Sê bem vinda!

Anónimo disse...

Parece que hoje estamos numa de "marketing"...
Bjs

Je

Girl in the Clouds disse...

Eu tenho que olhar para as teclas, mas realmente dava mais jeito não olhar!

Nirvana disse...

Um dia destes escrevo assim!! Vai é ficar pior que chinês! :))
Nem sei muito bem como se consegue fazer isso! É preciso muito treino, não? De trivial e comum é que tem pouco!!
Beijinhos :)