sexta-feira, 9 de abril de 2010

Da felicidade


A felicidade deveria durar, ser eterna, mas não. É momentânea, cheia de altos e baixos, feita de pequenos fragmentos que flutuam no meio de um espaço incognoscível, tal como as estrelas e galáxias que povoam o universo. Esses pequenos momentos valem no entanto por tudo, por toda uma vida e por mais dispersos que sejam acabam sempre por surgir, distantes entre si, inconstantes, diminutos mas sempre brilhantes e vigorosos.

6 comentários:

Girl in the Clouds disse...

Eu acho que a felicidade está sempre nos pequenos momentos, a felicidade eterna não existe. Mas, se não fosse assim não saberiamos o que era afelicidade e seriamos infelizes com a monotonia. kiss

Nirvana disse...

:) Bonito, como sempre.
Há momentos que valem uma vida inteira, seguramente.
A vida é feita disso mesmo, de momentos, que se ligam todos entre si. Para mim, a felicidade é uma filosofia de vida. É a nossa maneira de estar perante a vida. Esses momentos de maior felicidade são os que nos vão dando alento e fazendo acreditar que a felicidade não é uma utopia.
Beijinhos e Bom Dia :)

by "A Invisível" disse...

A verdadeira felicidade, até pode ser sentida em casos pontuais. Mas quando bem aproveitados, são sempre maravilhosos e únicos.

(Senhorito; olha que esta saiu mesmo cá de dentro. TÁ?!) :0)

Beijinho grande* querido Terrible*

Poetic GIRL disse...

A felicidade é feita de pequenos fragmentos que podem ou não se interligar entre sim. Ninguém está sempre feliz, isso é impossível. Resta aproveitar ao máximo o quanto nos fôr permitido... bjs

Carolina Tavares disse...

Talvez seja por isso Terrible que a felicidade nos seja tão cara. E esses momentos sejam tão preciosos e memoráveis. Beijos.

*C*inderela disse...

Se fosse duradoira não davamos valor aos pequenos momentos de felicidade :)

Bjokas *****