segunda-feira, 26 de abril de 2010

Karma


Será que o karma realmente existe? Se existe ou não, não sei, mas sei que por vezes dá-me para pensar nisso, da mesma forma que, de modo diferente de Buda, procuro sempre contrariá-lo, ou melhor, testa-lo para o recusar sempre, mas acima de tudo odiá-lo e à ideia que traduz. Posso sofrer de muita coisa, mas recuso-me a ser escravo do quer que seja, inclusive, dos meus erros. A melhor forma de lidar com isso já é outro assunto.

8 comentários:

Rapunzel disse...

Tu nem me fales em Karma... :@

Anna disse...

Pode até existir, mas se for esse o caso, existe igualmente a força do nosso livre-arbítrio para o contrariar!

by "A Invisível" disse...

Querido Terrible;
Com ou sem karma, desejo-te uma excelente semana meu Amigo!

Beijinho grande*

Gaja com G maiúsculo disse...

Nos últimos tempos a vida tem-me mostrado que talvez exista Amigo...

Beijinhos

P.S. Como sempre adorei as tuas palavras!

Nirvana disse...

Claro que existe! Ainda jantei com ele ontem!! :))
Essa é daquelas questões que suscitam sempre dúvidas.
Não acredito que exista um caminho pré-estabelecido, acho que somos nós que o fazemos, com as nossas decisões e opções. Mas também não acredito muito no acaso. Acho que somos postos à prova pelo nosso karma!
Beijinhos

GATA disse...

Existe! Só pode! Com certas coisas na minha vida... ou karma... ou praga!!!

Carolina Tavares disse...

Perfeito! A simples não aceitação de uma determinação do que se possa chamar de ¨destino¨ te torna agente de mudança. Bjus

Girl in the Clouds disse...

Sim, não se deve ser escavo dos próprios erros!!