quarta-feira, 21 de abril de 2010

Momento subversivo


Um amigo meu partiu o dedo médio da mão direita a andar de bicicleta. Agora anda com ele enfaixado e com uma tala metálica que basicamente coloca o dito membro sempre direito, que é como quem diz, erecto. Ora decerto toda a gente sabe as funcionalidades que um dedo médio esticado em relação aos outros tem, ainda mais que com a tala e ligaduras o seu tamanho é acrescido, pelo que se destaca ainda mais. De modo que ele para onde quer que vá esforça-se para flectir os outros dedos para destacar ainda mais o dito e assim consegue estar a mandar para um certo sítio o chefe, o colega, a vizinha do lado, o homem da repartição das finanças, o polícia, o tipo da mercearia que rouba nos trocos, enfim, todos aqueles pelos quais não nutre amores. E depois claro, ninguém vai dizer nada, porque, tendo o dedo magoado ganha um estatuto que o coloca acima das outras pessoas, no fim de contas é um aleijado e ninguém se vai pronunciar contra o gesto, ainda mais que ele anda sempre de sorriso na cara agora, vá-se lá saber porquê! Desconfio que quando lhe for dada alta vai guardar a tala e usa-la de vez em quando, só para se divertir!

[Há gente com sorte não há?]

7 comentários:

by "A Invisível" disse...

(hihihihi!!! O que me ri e diverti a ler este post!!) :) :)
Beijinho*

GATA disse...

Coitado! Com outros quatro dedos, logo partiu o do meio?! :-)

Poetic GIRL disse...

Estive a imaginar a cena, e já me ri à conta disso... bjs

Carolina Tavares disse...

Inteligente o post Terrible. Gostei da associação que fez com a figura postada. Isso dá panos para mangas, ou seja, dá o que pensar. bjus pra ti.

Anira the Cat disse...

Há que ver o lado positivo de um dedo partido!

Bjokas

Nirvana disse...

Um dia arranjo uma coisa dessas...mas é para ter desculpa para não descascar as laranjas :)
Bjnhs

Girl in the Clouds disse...

Lol, o que eu me ri!