quarta-feira, 14 de abril de 2010

O porquê de certas invejas


Sente-se, depois deseja-se, contudo não se consegue processar essa vontade de uma forma sábia, acutilante, determinante para suprir com sucesso aquilo porque se anseia. Deixamo-nos ficar para trás, na escuridão, dominados pelo receio, pelo embaraço, por todo um rol de ideias contraditórias, por desconhecer, por dar um passo à frente e dois atrás numa hesitação constante onde ressalta uma imagem que não é a nossa, complicada, pouco confiante, insípida, contraditória. E eis que nesse meio, onde a desilusão é uma criação nossa, porque não chegamos a actuar para a obter verdadeiramente, se perde o bilhete, fecha-se a loja, dá-se a mudança, trespassa-se, a insolvência, perde-se a oportunidade que nunca se soube agarrar, no tempo certo, na medida certa, com as palavras adequadas, que sabemos quais são, mas nem sempre saem no hora na sua perfeição e candura. E inveja-se, inveja-se quem consegue sem complicações, quem capta apenas com o silêncio, com o ser tal como aparenta, involuntariamente, sem esforço ou de modo activo aquilo que tanto se quer, mas não se consegue, talvez por exactamente tanto se querer.

6 comentários:

Gaja com G maiúsculo disse...

É verdade, inveja-se muitas vezes aqueles que sem lutar conseguem alcançar aquilo que tanto sonhamos e para o qual trabalhamos e percorremos todos os dias sem conseguir.

Ainda dizem que destino não existe! Começo a ter as minhas dúvidas...

Agora existe uma inveja boa e a má. Honestamente, penso nunca ter sentido a má, fico contente por os outros estarem felizes.

Beijinhos

S* disse...

Hummm às vezes as pessoas invejam... e em vez de o fazerem, deviam erguer o rabinho e lutar pelo mesmo.

Girl in the Clouds disse...

As pessoas desperdiçam energia a invejar em vez de investirem essa energia a lutarem pelo que invejam e obtê-lo para não serem invejosas!!

Anira the Cat disse...

As hesitações por vezes fazem-nos perder as oportunidades... Ai as dúvidas!

Bjokas

Poetic GIRL disse...

Nunca invejei ninguém ao ponto de desejar ter aquele tipo de vida, ou aquele aspecto fisico. Nesse aspecto sempre fui muito consciente, prefiro ser muito mais eu, lutar pelo que quero... para quê perder tempo com invejazinhas que não levam a lugar nenhum? bjs

Nirvana disse...

Eu acho a inveja um sentimento muito mauzinho para quem a sente. Não por ser mau ter inveja mas pelo mal que pode fazer à própria pessoa. A inveja corrói, e mais do que isso, limita.
Claro que há quem "nasce voltado para a lua", mas por vezes, as pessoas que parecem não se esforçar por obter as coisas apenas o aparentam, porque não dão nas vistas nem apregoam o seu esforço.
Talvez tentar não dar passos para trás seja um bom começo!
Beijinhos