sexta-feira, 16 de abril de 2010

Passado, Presente, Futuro


Há passados doces que se transformam em presentes amargos e o modo de gerir essa relação determina o nosso futuro, os nossos passos seguintes, se avançamos em frente na certeza de um caminho firme ou se avançamos e recuamos ao mesmo tempo, sem certezas, como que amarrados a uma nostalgia que pensamos não voltar a ver ou a sentir. A memória é importante, ajuda-nos, reconforta-nos da mesma forma que mal utilizada nos pode também aglutinar e deixar-nos num permanente sofrimento, sendo esse o presente e futuro a que nos proporcionamos de modo acidental.

8 comentários:

Gaja com G maiúsculo disse...

Não o diria melhor, e apenas a experiência de vida, o tempo, a sabedoria, nos ensinam a lidar com essas memórias, com esses passados, não de forma isenta de sofrimento, mas da melhor forma possível, aprendendo e não esquecendo as grandes lições.

Beijinhos mon Terrible :p

by "A Invisível" disse...

Querido Terrible;

Nem mais, concordo.
Beijinho grande*

Corset disse...

odeio quando o passado é um fardo, quando o presente é um "nada" e o futuro é absolutamente incerto.

veralu disse...

E se tudo o que precisares para ser feliz, for viver a tua vida HOJE?

Anira the Cat disse...

a vida é uma espiral. Voltamos a determinados acontecimentos, mas com diferenças...

Bjokas

Nirvana disse...

Completamente verdade! A nossa memória pode ser muito nossa amiga, mas também nos pode fazer perder muita coisa, por comparação com situações passadas idênticas que guardamos, retraindo-nos por receio.
É por isso que deixei de tomar as gotas :).
Beijinhos :)

Girl in the Clouds disse...

Temos que nos libertar do passado e não viver a pensar no futuro, o presente é o que temos!!

Smurf disse...

Uma vez mais, verdeira verdade!:) Fantástico.