quarta-feira, 19 de maio de 2010

Da sorte


A sorte no amor é o maior dos acasos. Contudo é apenas uma faísca, coisa que parece pequena no seio de algo tão grande, mas como em muitas outras coisas da vida, também aqui o pequeno é algo relativo. Apesar do tamanho não é dispensável ou acessório, cabendo-lhe a parte que lhe compete nessa engrenagem complexa que é a existência humana.

6 comentários:

Poetic GIRL disse...

Será apenas uma questão de sorte? é que se é provavelmente eu não sou muito afortunada... bjs

Anira the Cat disse...

Mas a sorte também se constrói... e a quem não arrisca minimamente também nao costuma sorrir.

Bjokas

by "A Invisível" disse...

Um dia, vou conseguir entender o Amor... É tão vasto... No entanto e maravilhoso! ;)

Beijinho querido Terrible*

Nirvana disse...

Será que vemos sempre a nossa sorte? Ou deixamo-la passar ao lado e depois dizemos sou uma azarada de primeira??

Miúda-Mulher disse...

Gostei :-)

L'Enfant Terrible disse...

Miúda-Mulher
Sê bem vinda!