quinta-feira, 6 de maio de 2010

Dos Sonhos


O ser humano tem uma capacidade crónica para sonhar. O grande problema é que os sonhos são sempre idealizações do perfeito e raramente se tem o discernimento de temperar os mesmos com alguma dose de crítica realista, simplesmente porque isso destrói a própria essência do sonho. Contudo, é devido a essa ilusão a que nos dispomos, que tomamos maus caminhos e decisões, os quais nos conduzem ao desalento e à angústia, sentimentos esses que se verificam pela tomada de consciência que esta coisa que é a vida tem dois paralelos que raramente se misturam ou conjugam.

8 comentários:

Olhos Dourados disse...

Faz bem sonhar.

Patife disse...

"O sonho é uma chamada obscurecida pelo recalcamento do desejo".

ADEK disse...

Isso é uma visão demasiado pessimista do sonho! Gosto de acreditar que os sonhos é que nos fazem sempre avançar para tentar ser melhores e tornar melhor tudo o que nos rodeia.

L'Enfant Terrible disse...

Patife
Sê bem vindo!

ADEK
Talvez seja, mas é uma realidade também, embora eu me esqueça por vezes dessa realidade.

Poetic GIRL disse...

Eu gosto de sonhar, mesmo que nunca venha corresponder à realidade... bjs

S* disse...

O pior é acordar e ver que o sonho é apenas um sonho.

Nirvana disse...

Mas o sonho é uma constante da vida, tão concreta e definida como outra coisa qualquer! Não é? Os sonhos não são assim tão abstractos.
Claro que sonhar é sonhar, mas é também o primeiro passo para os realizarmos. Como podemos tentar concretizar um sonho, se não o temos?
Sonhar é bom. Faz-nos querer, faz-nos ter algo porque lutar. Claro que no país fora dos sonhos temos uma coisa chamada realidade, que às vezes os ameaça. Por vezes não os conseguimos realizar, o que traz desilusão, tristeza, mas também a determinação de continuar!
Por vezes também, queremos tanto alcançar o topo do sonho que nos esquecemos de tudo o que fazemos e ganhamos no caminho para esse topo. Podemos não chegar ao topo, mas a desilusão não será tão grande se valorizarmos o que entretanto conseguimos.
Beijinhos

Gingerbread Girl disse...

Completamente e totalmente. Sem tirar nem pôr.


*