sábado, 1 de maio de 2010

Paixões


Paixões pequenas, fáceis, de passagem são como exíguas ferroadas!
Paixões grandes, difíceis, estacionárias são como enormes hecatombes!

6 comentários:

Carolina Tavares disse...

Me fez lembrar da letra de uma música de Zé Ramalho, que diz assim:

Bate, bate, bate coração,
Dentro desse velho peito
Você já está acustumado a ser maltratado
A não ter direito
Bate, bate, bate coração,
Não ligue deixe quem quiser falar
Porque o que se leva dessa vida coração
É o amor que a gente tem p´rá dar
Oi tum, tum, bate coração
Oi tum coração pode bater

bjus pra ti, sempre muito interessante o que lei por aqui. Parabéns!

Nirvana disse...

Estou sempre a dizer a mim própria que tenho de deixar de ter a mania das grandezas!! :)
Podem ser muito más, mas prefiro as segundas às primeiras.
Beijinhos

Mona Lisa disse...

Grandes ou pequenas...a mim provocam-me sempre os mesmos efeitos.

Girl in the Clouds disse...

Pois, paixão é paixão! Se calhar se fosse mais pacífico não tinha graça!

Miss Kin disse...

E remédio? Não há!

Anira the Cat disse...

Não consigo distinguir entre paixões grandes e pequenas. São sempre arrebatadoras, apenas varia o tempo da sua duração.

Bjokas