domingo, 20 de junho de 2010

...


Há coisas que não se explicam, vivem-se, e quanto mais as tentamos perceber mais percebemos que não há como as entender, servindo apenas, talvez, para nos colocar a pensar, constituindo-se como desafios, sendo que o resultado de tais raciocínios não nos dão uma resposta, mas abrem-nos caminhos a tantas outras perguntas, das quais, dessas sim, se consegue obter uma conclusão.

4 comentários:

Miss Kin disse...

Acabaste de escrever o que se tem passado na minha cabeça, com a diferença de que ainda não consegui chegar à conclusão...

Marta disse...

Pois,pois...como eu entendo o caos do pensamento. Eu raramente entendo o que se passa à minha volta quando diz respeito a gestos e até mesmo sentimentos.

(suspiro)

Girl in the Clouds disse...

Mais vale ir vivendo calmamnte e ir aceitando o que acontece sem pensar muito!! Eu também precisava de um botão para desligar!!

by "A Invisível" disse...

Não pensar demasiado nas coisas e vive-las somente. - parece cliché, mas dá um resultado do caraças. :))

Beijinho*