sábado, 3 de julho de 2010

Em muitos momentos...


...sinto a incompletude a esmagar-me e não sei como a preencher. Só me resta esperar sobreviver para continuar a tentar procurar o modo de completar...

4 comentários:

Z...! disse...

...ou talvez saibas como preenchê-la mas prefiras não correr esse risco. Porque a incompletude, apesar da sensação de insatisfação, também dá alento e esperança. Que um dia tudo vai mudar. Para melhor!

:-)
Bom fim de semana!

Nirvana disse...

Há momentos em que nos sentimos completos. Muitas vezes não são momentos diferentes dos outros, são apenas momentos em que algo nos faz tão felizes que o resto perde importância. E depois há os outros momentos, em que não nos sentimos assim tão completos, em que falta algo, em que queremos algo que não temos. Aí, o melhor é deixar a vida acontecer ;)
Beijinhos :)

Carolina Tavares disse...

É interesante Terrible eu sinto sua angústia existencial nas palavras. Penso que o amor é uma maneira de preencher uma parte e a outra é fazendo o que gosta. Beijos

Anónimo disse...

Parece que les os meus pensamentos... Sinto me exactamente assim desde à muito tempo...

Espero que consigas completar essa parte que te falta ;)

Isabel S.