segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Regressado


E eis-me regressado das férias, um pouco mais tostado, contudo isso é Sol de pouca dura porque agora tenho de fazer o esforço de voltar a entrar no ritmo, o que nem sempre é fácil e se há pior dia é mesmo aquele que se segue ao fim das férias.



Os eventos destas férias não tiveram nada de extraordinário. Apenas sossego, uma rotina que permitiu recuperar algumas energias físicas, acentuar uma calma que rapidamente se perde, muito Sol, muita praia, leituras começadas, acabadas e outras no entretanto, filmes e séries visualizados, uns que me fizeram pensar e outros que provocaram o oposto, alguns amigos revistos, algum convívio, algumas conversas, umas divertidas, outras sérias, algumas coisas escritas, umas mais pensadas que as outras. Alturas houve em que para mim isso era o ideal de vida, a apoteose, mas isso é porque já se sentiu a apoteose, uma doce memória que fica eterna, queremos uma imitação, uma renovação, mas acaba tudo por ser relativo. Não me posso queixar, tive descanso e no final sinto uma parte de mim tranquila ao passo que outra parece manter a convulsão, flamejante, ardente, sempre eléctrica e caustica. Muitas dúvidas persistem, muitos planos por delinear, tanto por fazer, muito mais por pensar e organizar, a paz nem sempre é apetecível porque nada na vida é perfeito, mas é isso mesmo que torna a vida perfeita por mais constrangimentos a que isso leve.

7 comentários:

Poetic GIRL disse...

Bem vindo de volta! beijocas

ADEK disse...

Welcome back! Com energias resposta nem custa tanto, o primeiro dia pós-férias:)

Nirvana disse...

E quem ainda não foi de férias vai lendo e suspirando!!
Por acaso, acho que devia haver um tempo de integração pós-férias, para não termos um choque tão grande. As férias são só um intervalo pequeno, mas tão preciso!!
Beijinhos :))

açoriana disse...

Caro Enfant, já estávamos com saudades dos teus posts "terribles"... Vais ver que muito em breve estás novamente integrado na rotina quotidiana e a perceber que vens com energias renovadas..:)

Obs.: Nirvana, a solução passa por regressar ao trabalho sempre depois de 4ª feira... assim o choque com a rotina (perdida) não é tão violento..:)

Carolina Tavares disse...

Terrible... é presente em quase tudo que escreves este dualismo, uma tensão constante que em minha opinião angustia mas provoca reflexões muito intensas.

Bjus e bom retorno.

Marta disse...

Welcome back!

by "A Invisível" disse...

Bem-vindo piroso Terrible!

Já estava com saudades tuas! :P
Beijinho*