sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Aventuras no Bus #4


Vou eu em mais umas das minhas viagens no bus e eis que entra no mesmo uma miúda bastante obesa, diria mesmo que deveria aproximar-se do estado de obesidade mórbida. Após obliterar o passe senta-se nos lugares destinados a crianças de colo, grávidas, idosos e outras situações que tais. Contudo devido ao seu tamanho, ocupa praticamente dois lugares, sendo que as duas velhotas que iam no banco da frente tiveram de se encolher visto que a rapariga para além dos lados ocupava um largo volume à frente. Enquanto pensava que aquilo era doença (e como tal até se justificava obrigar as velhotas a forçar as articulações e irem apertadas para todas conseguirem irem sentadas) vejo a dita miúda tirar do saco um bolicao que devorou em menos de nada. Ao fim do terceiro bolicao e enquanto ainda procurava na bolsa possivelmente o quarto começo a ponderar que afinal é doente sim, mas para dar ao dente tem saúde até demais. Sem dúvida que há estados voluntários, contudo a velhice e os problemas nas articulações, creio, ainda não entram nesse campo! As velhotas não protestaram, mas creio ter visto laivos de raiva nos olhos de uma, que cresciam de forma proporcional sempre que um novo bolicao era devorado!


[Não duvido que tenha uma doença, agora com aqueles bolicaos todos, comidos como pevides, o combate parece estar irremediavelmente perdido! E eu a ver que ia haver "porrada" por causa dos lugares e conforto nos mesmos!!]

9 comentários:

GATA disse...

A moça até pode ter um problema de obesidade mas também não faz nada para ser tratar... a menos que os BOLICAOS sejam com receita médica!

PS: mal comparada, faz-me lembrar a outra que me dizia que tinha imensooos problemas... pois, se tentar concliar as quecas com o amante de modo que o marido não saiba é problema, a minha dor crónica não é 'amendoins'... :-)

hierra disse...

Tem graça, ainda vi ontem uma no comboio assim, muito mas muito forte (espero que ninguém nos atire pedras) com um gelado enorme do mcdonalds numa mão e um croissant embrulhado em filme na outra, com recheio de chocolate e ela comia como se não houvesse amanhã...

Olhos Dourados disse...

Realmente, devia ter mais cuidado com a alimentação.

Susana disse...

Quando se chega a um estado desses ou é desleixo ou suicídio. Não seria nenhum crime um médico dar-lhe uma valente bofetada nas trombas a ver se acorda e vê a vida, porque quando não se trata de doença é mesmo alarvidade! Já não é comer para viver mas viver para comer! Beijocas

Marta disse...

A miúda tem um distribuo alimentar e muita falta de bom-senso. Não bastava ter o tamanho que tem e ainda se lambuza em publico criando um cenário grotesco.
Concordo contigo!

'Mimi disse...

Bolicao nunca foi cura para nada, Só para trabalhos stressantes da faculdade ;)

S* disse...

Quem está doente deve ir ao médico e tentar resolver... enfardar não é solução.

Nirvana disse...

Um dia vi uma rapariga assim gordinha como essa a pôrmaionese num croissant de chocolate. A mim, deu-me náuseas. Ela comeu três.
Muitas dessas pessoas terão problemas hormonais a sério, mas mesmo as que não têm, a obesidade só por si já é uma doença. Quando se pesa 130, 140, 150 kg, é preciso muita, muita força de vontade para perder peso. E nem todas/os têm. A auto-estima já está tão em baixo que é mais bolicao ou menos bolicao. Já não faz diferença.
É como dizes, caro Terrible, para essas pessoas, o combate está perdido.

Beijinhos :)

Alex Page disse...

Ela tem uma doença.. mas essa doença é completamente psicologica! É não saber aonde parar e comer mais do que devia!
Essas pessoas para mim mereciam uma grande terapia e um personal trainer! Realmente isso é demais!!! 3 bolicaos num estado de obesidade????? WTF!