quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Das memórias


Algumas memórias traem-me quando restauram laços há muito quebrados, fazem ressurgir emoções, esperanças que se sabe serem impossíveis. As memórias fazem esquecer outras memórias, aquelas que são fruto da razão, da experiência, da realidade, que me protegem e são apanágio da sabedoria. Então, umas entram de mansinho, como soldados camuflados, escondendo-se e esperando pelo momento certo, o momento de fraqueza, de exposição, quando se baixam os braços e se fragilizam as barreiras. Depois atacam, estrategicamente, conseguem convencer-me, calar os protestos e tomar o controle, que embora por um curto período, dura o tempo suficiente para que, cego, bata mais uma vez com a cabeça no chão e caindo, tenho depois dificuldade em levantar-me e o que me dá forças, são as outras memórias, aquelas que são cruas, ásperas que me gritam aos ouvidos, revoltadas, coléricas, mas que nunca me abandonam ou enganam, obrigando-me a ouvir aquilo que sei mas que custa ouvir, mas é necessário para que me possa voltar a erguer, mais uma vez tétrico, frio e revoltado, à prova de tudo, até dos sentimentos…

3 comentários:

Anónimo disse...

Senti a tua descrição como se fosse minha!
Tão real, tão presente e tão fora de controle (mesmo que momentaneamente)....
R

Nirvana disse...

A memória é uma grande traidora, isso sim! Esconde-se estrategicamente quando lhe convém. E aparece muitas vezes quando não queremos. Desgraçada!
A verdade, caro Terrible, é que porpiores que sejam as memórias, por mais que nos magoem, queremos sempre, temos sempre a esperança que essa memória má esteja errada e uma melhor a cale.
À prova de tudo, até de sentimentos? Também eu pensei que fosse possível, até estava mesmo convencida disso, mas há sentimentos osmóticos, entram por osmose :)

Beijinhos

by "A Invisível" disse...

As memórias podem ser boas e felizes, como podem tirar do "armário" fantasmas que pensávamos já terem deixado de existir. Como costume dizer: as memórias são como uma faca de dois gumes; tem o lado bom e sonhador, mas também pode ter o lado mau e sofredor...

Beijinho querido Amigo*