quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Perder


Perco sempre que encontro, deixo cair, deixo voar, deixo escapar para nunca mais ver. Tento agarrar, prender, mas sempre num insucesso perene que deixa escapar as fragilidades do meu ser, fugindo também elas ao meu controle e tomando lugar em mim sem que o possa evitar. Perco por azar, por falta de habilidade num malabarismo sincronizado com o qual nunca acerto. Dir-se-ia que é falta de treino, falta de prática, mas ao mesmo tempo deve ser natural, deve ser instintivo e no meio desta contradição algo mais flui para um poço sem fim, para um lugar onde não se pode chegar, sendo impossível segurar, conter, permitir que alcance. Perco sempre que encontro, mas de todas as vezes que encontro à partida tenho a perda garantida, sabendo que a única coisa com a qual vou conseguir ficar será a memória de mais uma perda, sendo que essa lembrança nunca mais se esquece, ficando sabiamente a conspirar para nunca mais se tentar, mas ainda assim, mesmo sabendo acabo sempre por voltar a tentar, talvez por pura amnésia, por pura estupidez, mas também por acreditar que um dia, talvez, não vá perder.

8 comentários:

Sofia disse...

Olá! Todos os dias, a toda a hora, perdemos algo para podermos ganhar um outro algo, mais tarde, mesmo que a perda deixe, consoante o seu significado, um vazio mais ou menos preenchido de ecos. Mas nem sempre perdemos aquilo que encontramos caso contrário não nos recordariamos do encontro feliz que tivemos com algo que significou alguma coisa para nós.
Beijo,Sofia

Margarida disse...

Que se tente, todos os dias, quer seja por amnésia, quer seja por estupidez... porque se quer, porque se precisa desesperadamente de algo a que nos possamos agarrar, nem que seja por momentos, nem que seja que o tempo para tal acabe, se perca, nos fuja... Continua a tentar, um dia as tuas mãos serão hábeis o suficiente para agarrar o que não queres perder...

Beijinho

GATA disse...

Mon cher, quando faço 'contas' à minha vida, foram mais as vezes que perdi do que ganhei... Paciência. Talvez a reencarnação exista e eu acerte as 'contas' na próxima vida! :-)

by "A Invisível" disse...

Olha o lado positivo:

Tens a minha amizade e não me parece de todo, que a vás perder assim tão facilmente (para mal dos teus pecados!) :))

Beijinho*

Mona Lisa disse...

Curiosamente...eu também perco sempre que encontro...

S* disse...

Se lutares, se tentares o suficiente... hás-de ganhar. Se não acreditarmos na recompensa da vida, vamos acreditar em quê?

hierra disse...

Para se apreciar o ganho, tem de se perder algumas vezes, umas com mais dor, outras com menos!

ana disse...

... :( vejo-me tanto nestas tuas palavras... **