quarta-feira, 10 de novembro de 2010

...

Por vezes vejo-me tão distante que não sei se algum dia não me acabarei por perder, longe de mim, longe de tudo, aumentando dessa forma as hipóteses de não me voltar a encontrar, se é que algum dia me encontrei na totalidade.

8 comentários:

Minato disse...

Muito bom o Blog ! parabens

L'Enfant Terrible disse...

Minato
Sê bem vindo e obrigado.

açoriana disse...

Há sempre esperança... pode ser que, nesse percurso, alguém te encontre e te traga de novo às origens do teu ser..:)

Continuação de uma excelente semana para ti.

Marta disse...

Não te percas...

S* disse...

Ninguém se encontra... dia após dia conhecemo-nos um bocado melhor.

Carolina Tavares disse...

Incrível o que escreves as vezes.

É isso. Beijo.

hierra disse...

Espero que te encontres :)

Dark angel disse...

Nós somos a maior busca que existe. Acho até que conseguimos conhecer outros bem melhor que nós.