terça-feira, 9 de novembro de 2010

O valor da pronunciação da palavras

À luz das minhas dificuldades, preso em vontades inconscientes que me lançam no caminho errado e no nervosismo constante, provocando em mim comportamentos inconstantes, sempre distantes da vigília segura e equilibrada da sabedoria, do bom senso, do saber estar, acabo sempre por dizer o que quero mas não cai bem, fazendo assim transparecer de mim uma imagem errada, pronunciada por palavras francas mas mal entendidas e que acabam apenas por produzir o afastamento dos outros da minha pessoa. E assim, pelos equívocos vou passando, tendo esperança de um dia acertar sem hesitação, embora algo me diga que a questão não passa por acertar, mas sim por ser compreendido.

4 comentários:

GATA disse...

Não me preocupo com 'imagens erradas' sobre mim porque é normal num primeiro impacto... depois lá há quem se aventure e descubra a imagem 'certa'! :-)

Sairaf disse...

Como te compreendo, quantas vezes tento responder de forma a fazerem-me entender e a pessoa entende tudo errado.
As relações humanas são complicadas e a nossa língua por vezes consegue ser nossa inimiga.
Abraço grande
Com carinho
Sairaf

A Minha Essência disse...

O que acaba por efectivamente nos ser importante! (No seu contexto)

:)

Marta disse...

Não é fácil ser compreendido. Na maioria das vezes não entendem o que dizemos mesmo que isso seja feito da forma mais clara possível.

bjs