terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Ontem ouvi dizer #4


A vida mais não é que uma corrida constante, ainda que infrutífera, contra a morte.

Concordo em parte mas creio que a vida é algo mais do que apenas tentar iludir a morte sabendo que da mesma não se pode fugir. A vida será isso em parte inconsciente mas também tentar conscientemente aproveitar e aprender a vive-la até ao momento fatídico, pelo menos para mim terá de ser. De outra forma de que valeria tudo se estivéssemos sempre a matutar que vamos desaparecer um dia?

7 comentários:

PauloSilva disse...

Em relação a esse tema só posso dizer que: «Sabendo que existe morte não outra alternativa se não viver a vida.»

Girl in the Clouds disse...

A vida é bem mais do que isso e embora a morte seja uma certeza, não se pode estar sempre a pensar nisso!! Carpe Diem!!

Margarida disse...

Como diria o outra, estar vivo é o contrário de estar morto... estar vivo é provar do doce e do amargo, do possível, do desejável, é ser alguém noutra pessoa, é contruirmo-nos... até um dia.


Beijinho

S* disse...

Se a nossa visão da vida for essa, é certamente triste e pouco vivida.

Dark angel disse...

Vida e morte co-existem e complementam-se.

Boas Festas ( que acho que ainda não te tinha desjado).
Beijinhos*

Marta disse...

Temos de viver intensamente sem pensar muito nisso. Gozar a vida como ela merece.

Sairaf disse...

Vive a vida intensamente!!
A vida é o tesouro mais valioso que temos.
Abraço muito doce
Com carinho
Sairaf