segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Sentir, saber e perceber


Por vezes sabemos apenas porque sentimos, mas saber não é perceber e quando se percebe por vezes não se sabe, sendo que é preciso saber e perceber para se compreender o que se sente e quando isso não acontece significa que algo falhou no nosso entendimento e apenas se sente, mas não se sabe o porquê, talvez porque sentir é por si só algo que não se pode explicar e se de outro modo fosse nada se sentiria.

5 comentários:

Lila disse...

~Jamais teremos a exata compreensão de tudo. Sentimentos chegam de sei lá onde e se vão....um dia, quem sabe !
Ótima semana.
Bjs meus !

Margarida disse...

Perfeito! :)

S* disse...

Não racionalizemos as emoções... são bonitas por serem assim, apenas emoções.

Nirvana disse...

Por vezes apenas sentimos, mesmo quando sabemos que não devíamos sentir o que sentimos, nem queríamos sentir o que sentimos. Porque o sentimento se sente e não tem de ser explicado nem sequer dá satisfações a quem o sente.
:)*

Olivia Palito disse...

Tem em mim estados de alma que não consigo verbalizar ou expressar. Depois venho aqui e é isto mesmo que sinto... As tuas palavras são sempre tão acertadas... Nem imaginas como "falas" por mim meu amigo...