segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Referências


Homens e mulheres têm por hábito definir os seus pares de sonho, para tal usam alguns famosos, porque os famosos são conhecidos por todos e é fácil assim criar uma matriz. Por outro lado e diga-se ao contrário do que se pensa, famosos não são somente aqueles com as medidas perfeitas que aparecem nas revistas cor-de-rosa, mas todos os que pura e simplesmente são conhecidos pelas mais variadas razões, daí que há famosos para todos os gostos. Contudo é normalmente por aqueles que são famosos pela generosidade genética que têm (ou arranjos cirúrgicos) que todos se regulam, com vista a estabelecer um padrão baseado, pois claro, no que consideram a obra-prima! A maioria sabe que isso é apenas uma referência longínqua e impossível de alcançar. Tanto assim é que muitos nunca chegam a alcançar nada porque o que encontram nunca chega aos calcanhares desse molde, não que seja a totalidade, mas sim um conjunto de itens considerados imprescindíveis. Mas depois há aqueles que encontram algo que até supera as expectativas da referência em todos os aspectos, de tal forma que parecem ficar abananados com tanta perfeição, e eis que surge a frase – é perfeito(a) demais! Isto provoca a fuga e a revisão de tudo o que se tinha por verdade, afinal a matriz estava errada e foi tecida apenas para não se obter e tantas vezes isso acontece. Mas voltando aos famosos, alguns são pouco perfeitos até terem alcançado a fama, mas quando atingem esse patamar rapidamente se tornam referências, quando anteriormente ninguém lhes passava cartão. Tudo isto para chegar à conclusão que as referências, sejam elas quais forem são enganadoras e mais enganadoras se tornam quando incarnadas por alguém.

5 comentários:

GATA disse...

Os meus 'famosos' favoritos não são perfeitos -longe disso!- e é por causa da sua imperfeição que eu gosto deles! :-)

Margarida disse...

Não há quem seja referência perfeita... e quando o é, é porque há mais de desconhecido do que conhecido... A referência somos nós, nunca os outros, porque é de nós que quase tudo depende, para o bem e para o mal...

Beijinho

hierra disse...

Há pessoas que precisam de assentar os pés na TErra :)

A Minha Essência disse...

:S A perfeição existe?

Beijo

Mona Lisa disse...

Eu pessoalmente nunca tive fascínio por nenhum famoso. Não gosto nem do Clooney, nem do Brad Pitt, nem de nenhum desses homens que fazem a muitas mulheres suspirar...por não dizer que detestava estar com alguém famoso e não ter privacidade nenhuma. Prefiro deuses gregos vindos directamente do Olimpo. Se tocarem harpa, piano, guitarra ou clarinete...melhor ainda. E o melhor de tudo é que eles existem e andam por aqui:P