sábado, 12 de fevereiro de 2011

Indefinição


Sou indefinido. Sei do que sou e não sou capaz e em parte o que sou, só que sou tanta e tão pouca coisa que às tantas já não sei traduzir por palavras aquilo que sou, sabendo apenas que sou mais e menos do que aquilo que presentemente concebo por ser, tornando-se assim difícil dizer quem sou.

3 comentários:

Olívia Palito disse...

Segundo os especialistas, só sabemos verdadeiramente do que somos capazes ou não, em situações extremas. Nessas, até nos surpreendemos a nós próprios.

Bom fim-de-semana! (sem plantar batatas!)

hierra disse...

Eu concordo com o comentário da Olivia Palito é na adversidade que vemos quem somos e quem são os outros!

Márcio Rodrigues disse...

Ser deixou de ser a questão há muito tempo. Ninguém nunca descobrirá numa vida quem é. Definição por habilidade que desempenha ou não, não diz quem és. Então, Ser ou não ser, não é mais a questão. Agora é, sentir ou não sentir o ser que procuras.

Abraços.