quarta-feira, 9 de março de 2011

Da espera


O problema de estar sempre à espera apenas serve para nos provocar angústia. Contudo não podemos fazer outra coisa senão esperar, porque existem coisas que só acontecem com o tempo e como tal resta-nos aguardar com uma paciência que não se tem ou se evapora rapidamente. Estar à espera é ouvir constantemente o tic-tac de um relógio que não pára e lentamente o tempo vai passando, eis que então esperar torna-se num desespero que nos invade com as suas vestes negras, algo cósmico que nos ultrapassa grandemente fazendo-nos sentir tão pequenos e fracos perante a imensidão de algo que não podemos controlar. Podíamos deixar de esperar, de esquecer a espera, mas isso seria apenas uma forma de tentar enganar, trocar as voltas, a algo que no fundo, associado à esperança, está sempre cá, queimando por dentro e que não podemos esquecer ou fazer de conta que não nos preocupa.

10 comentários:

Sairaf disse...

A espera por vezes pode torna-se penosa, o tempo e a espera "caminham" lado a lado em cada capítulo da vida... é difícil, mas é preciso ter calma e buscar serenidade.
Abraço doce
Sairaf

Susana disse...

Maravilhoso texto!

Um beijinho

Megan disse...

Eu não diria melhor.
É o que mais tenho feito ultimamente, ..esperado, ..esperado, .. e ver o tempo passar, de forma a que parece que o tempo de espera está quase a terminar, porque aquilo pelo qual espero está quase a acontecer, .. engano meu. Então continuo a esperar.
Disseste totalmente o que eu penso.

Cláudia Matos disse...

Detesto esperar por algo que anseio muito. Normalmente diz-se que quem espera sempre alcança, mas nem sempre...nem sempre...

Cláudia disse...

Tem... Esse maldito...
Sem dúvida que esta angustia do tempo que não passa é horrivel...
Mas há que esperar... !
Muito bom post!

A Minha Essência disse...

Gostei particularmente só porque sim.

Beijo na alma

Blair Randall disse...

so so so true!

xoxo***

GATA disse...

Quem espera, desespera...

GATA disse...

ADENDA: gostei da imagem! :-)

Olívia Palito disse...

A espera realmente provoca em mim sentimentos de angustia e ansiedade. Depois lembro-me tal como tu, que às vezes há certas coisas que chegam no seu devido tempo (às vezes nem chegam a acontecer, tampouco)...