segunda-feira, 21 de março de 2011

Objectivos

Por vezes parece que andamos nesta vida para perseguir um objectivo definido. Algo que procuramos de forma consciente ou inconsciente, encontrando-se presente em praticamente todos os nossos passos, nas nossas decisões, sejam elas pequenas ou grandes. Determinado de modo encoberto, transforma-se na confusão diária que reside na nossa cabeça, que levanta todos os porquês, quando queremos perceber a razão de certas atitudes que tomamos, a razão pela qual tendemos a agir de uma forma que parece predeterminada, onde todo o universo, seja por linhas tortas ou direitas parece conduzir-nos. Nós, condutores que somos, continuamos, de olhos abertos ou fechados, a percorrer uma caminho, mas tendo o poder de escolha da mesma, já o destino a que nos conduz, pode ser o que não esperamos, pode ser o que sentimos apenas ou aquilo que sempre sonhamos, ou outra coisa num mar aberto de opções. Se chegamos lá, raramente. Se o queremos atingir, muito. Porquê? Porque de outra forma a vida perderia todo o sentido, até mesmo quando o sentido da mesma é totalmente indefinido.

4 comentários:

A Minha Essência disse...

Eu acredito que nada acontece por acaso. Como também as pessoas que se vão cruzando ao longo da nossa vida têm um objectivo. Mas lá está, isto sou eu que tenho esta convicção.

Kiss

S* disse...

Temos de andar sempre à procura de algo... estar parado é que não faz sentido.

GATA disse...

O meu grande -enorme- objectivo é ser feliz, coisa difícil nos últimos tempos... Mas o meu grande sonho é ter um 'Ambrósio' (dispenso os chocolates)!

Olívia Palito disse...

Para mim a vida sem objectivos traçados, não tem o mesmo sentido. Dá-nos alento para continuarmos...Mesmo que esses objectivos por vezes, sejam difíceis, senão mesmo impossíveis de atingir...