sexta-feira, 29 de abril de 2011

Das palavras

As palavras carregam muito mais do que som, carregam também sentido, sentimento e sobretudo parte de nós num dado momento. As palavras podem abrir portas, fechar portas, ou serem usadas somente como algo inerte, como aliás o são na maioria das vezes e talvez por isso é tão difícil usa-las, proferi-las noutro sentido que não seja o prático, o material, um simples meio para comunicar, menos do que um meio para estabelecer laços. As palavras são muita coisa, são usadas para muito mais do que aquilo que podemos perceber, mas tantas vezes não as sabemos usar do modo que queremos, ou nem nos apercebemos como as usamos ou da forma como as usamos, seja em discurso perfeito, imperfeito, com falhas e cheio de tanto ou continuo e inerte, elas voam mais depressa do que as conseguimos controlar, ainda que mais genuínas serão quanto mais livres se apresentarem.

1 comentário:

Eva Gonçalves disse...

O problema maior das palavras, é que depois de ditas... não podem ser desditas... e esse é um poder terrível! E quando lhes dizemos "isso é mesmo terrível"...elas sorriem e pensam "nem imaginam como!" :))beijinho meu