segunda-feira, 16 de maio de 2011

Construções

Construímos e desconstruímos muita coisa, a realidade, o conhecimento que temos, a vida em si. Nada há que seja definitivo e no que toca a verdades absolutas ainda menos. Por vezes ao desconstruir algo pensamos estar a destruir para sempre uma parcela, mas no fundo acabamos simplesmente por a reformular, ainda que fique meio esquecida, voltada do avesso, escurecida aos nossos olhos, adquire apenas uma nova roupagem, uma nova posição num patamar que se intervala entre tantos outros. Aquilo que conhecemos melhor acaba por ser aquilo que sentimos num dado momento presente, o qual, conjugado com todo o peso do passado acaba no futuro por nos dar um contexto que só é percebido no durante, para ser destruído no depois. As concepções que fazemos dizem-nos do que supostamente gostamos e o que queremos, mas no fundo são tão variáveis conforme a vida avança. O que hoje pode ser uma verdade, amanhã pode ser uma mentira ou então outra coisa qualquer que tanto nos pode embaraçar como orgulhar. Mas o pior no meio disto tudo é quando o que fica não assume um estatuto definido, não deixa de ser para continuar a ser mas de uma forma diferente ainda que toque em pontos daquilo que foi, metamorfoseando-se e tornando-se uma crisálida da qual tanto pode sair a mais bela borboleta como a pior das traças.

7 comentários:

Olívia Palito disse...

Só me ocorre que tudo está sempre em constante mudança. Por um lado, ainda bem que assim é. O Homem tem a capacidade de se adaptar a todas e quaisquer mudanças, desde que o queira. :)

Beijo e óptima semana meu amigo*

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

A mudança é boa e necessária :)

Utena disse...

Muda mesmo que seja para pior mas muda... é um lema que me identifico bastante.
A verdade é que o absurdo receio que temos da mudança nos impede muitas vezes de crescer...
Adorei a foto... acompanha na perfeição o fascinante texto.
Parabéns

Eva Gonçalves disse...

Na natureza, tudo se transforma e nós, não somos mais que a natureza que se enganou ao criar o homem :)

S* disse...

Construímo-nos e desconstruímo-nos várias vezes ao longo da vida.

A Minha Essência disse...

Tudo menos estagnar!

Kiss

Carolina Tavares disse...

Linda imagem.