segunda-feira, 13 de junho de 2011

...

Há coisas que se podem controlar, outras não, nascem em nós de forma inusitada, espontaneamente, não nos restando outra hipótese senão tentar controlar as mesmas na medida do possível, o que por vezes torna-se por si só uma impossibilidade, porque são elas que acabam por tomar conta de nós e dessa forma acabamos tantas vezes apenas por ser meros espectadores da nossa própria vida.

6 comentários:

Utena disse...

O ideal é consciência delas conhecendo-nos a nós mesmos o melhor possivel

A Minha Essência disse...

Palco como cenário. Sim! :)

hierra disse...

a ideia é controlar, o descontrole mas pouco, porque ele até faz bem

Ana disse...

Verdade.
O melhor, por vezes, é deixarmo-nos levar pela corrente em vez de, lutarmos contar ela. E aproveitar os movimentos da mesma...:)

'Mimi disse...

Ou podemos aprender a domar essas coisas ;)

GATA disse...

Uma coisa que posso controlar, mas que às vezes não me apetece, é o mau feitio... :-)