sábado, 25 de junho de 2011

Cinzas

Embora uma fagulha possa provocar um incêndio, um incêndio nada produz a não ser a destruição. Contudo é das cinzas que muita coisa nasce mas somente passado algum tempo e o mesmo só se dá quando as mesmas conseguem assentar na terra e não são espalhadas pelo vento, onde, cada partícula por si só de pouco vale, espalhadas que estão por uma área imensa. Não basta uma ideia para mudar algo, para se produzir algo, embora uma ideia possa ser o inicio de algo, mas uma ideia por si só, crua e sem nada mais só pode dar origem à destruição, porque a ideia é vã, é diminuta, mas é destrutiva. Para se nascer algo da ideia é preciso algo mais para a sustentar, é preciso um objectivo, um contexto, de outra forma estará crua, incendiando-se, incendiando e rapidamente extinguindo-se por não ter controle, deixando atrás de si um rasto de destruição, sendo dividida por entre as cinzas, das quais poder-se-á obter novamente mas agora de uma forma madura, isto se o vento não espalhar as partículas onde a mesma se encontra diluída.

3 comentários:

hierra disse...

Ter a habilidade de renascer das cinzas é muito bom

Cláudia Nascimento M. disse...

Escreves tão bem...

GATA disse...

Desculpa, não tem nada que ver, mas ao ler o texto lembrei de uma frase da canção "dancing in the dark" do Bruce Springsteen: "you can't start a fire without a spark"...