sexta-feira, 17 de junho de 2011

Encantos

Há encantos que parecem nascer do nada, mas na verdade eles são apenas uma construção, um somatório de pequenas coisas que se foram colhendo ao longo do tempo, as quais em separado pareciam não dizer nada por não terem um sentido amplo ou por falta de despertarem a atenção de modo tão concentrado, mas o conjunto que formam acaba por se traduzir em algo que se apresenta a nós como uma novidade plena de valor, porque partem de um inesperado que talvez até se esperava, mas apenas de modo subliminar, como se o nosso subconsciente preparasse um presente ao nosso consciente e assim eis que o mesmo se desembrulha para nosso deleite e o sabor da surpresa é nestes termos sempre doce, o problema é quando já chegamos tarde para colher esse mel ou simplesmente não o sabemos colher.

3 comentários:

A Minha Essência disse...

E correr a trás não? ;)

Isis disse...

O melhor é "agarrarmos o momento" para não chegamos tarde. E estamos sempre a tempo de aprender como fazer ;)

hierra disse...

é preciso ser pontual nessas cosias, estar com os sentidos alerta