quinta-feira, 28 de julho de 2011

...


Perto é também estar longe, fugir serve muitas vezes para se ser mais rapidamente apanhado e pensar é somente desistir de agir. Em tudo há contradições que se digladiam constantemente, actos cujo efeito é o contrário do que se pretende, espaços onde a percepção é errónea e tantos quilómetros que se percorrem para se perceber que a Terra é redonda, iludindo apenas pela sua rotação. Nada há a procurar porque só será encontrado quando não se procura e aquilo que se encontra é sempre diferente do que se pensava encontrar. Opções há algumas, certezas, essas, é não.

2 comentários:

A Minha Essência disse...

Porque a dúvida persistirá sempre! ;)

hierra disse...

Nunca encontramos o que procuramos e é isso que torna isto mais engraçado, é mesmo no improvável que reside a maior probabilidade!