sexta-feira, 22 de julho de 2011

Constatação #28

Há coisas que não sabemos porque as fazemos, assim como há coisas que devíamos fazer mas parece que surge sempre algo que nos impede de as concretizar, talvez por receio, talvez por desconhecimento, ou então por outra razão qualquer que de "razão" nada tem na sua substância, mas nos limita os movimentos, levando mais tarde a uma luta interna contra um racional remorso.

9 comentários:

GATA disse...

Ultimamente não faço planos, porque nunca se concretizam...

PauloSilva disse...

Que dizer ? É a pura realidade!

Ana disse...

Perdi-me...como é que nós não sabemos porque as fazemos?
Explica lá, s.f.favor :)

L'Enfant Terrible disse...

Ana
De certeza que já tiveste situações em que fizeste algo sem te aperceberes que o estavas a fazer, basicamente, quando estamos a fazer algo sem pensar bem no assunto.

Utena disse...

Eu perco-me com as tuas imagens maravilhosas... mas onde vais tu desencantar...
Beijinho

hierra disse...

Vale mais fazer e agir, para que mais tarde não nos lamentarmos de não termos feito :)

Ana disse...

Ah, percebo o que queres dizer. Foi uma questão de interpretação do português...
Sim, sim, já me aconteceu. Hoje em dia, é raro. Não porque pense demasiado antes de fazer, mas porque me conheço bem :)
Beijinho

A Minha Essência disse...

Viver um dia de cada vez sem criar demasiadas expectativas, parece-me mais sensato. Quanto a mim, claro! ;)

A Minha Essência disse...

Enfant chamado ao Roupa Prática! ;)

Bom fim-de-semana